Arte e ritmos africanos e brasileiros são expostos em Rio Claro em comemoração ao dia de Ogun

0
77

Recomeço e início de novas oportunidades, o dia 23 de abril foi todo dedicado ao orixá guerreiro Ogum

Dia abençoado e marcado pelo recomeço e início de novas oportunidades, assim foi o dia 23 de abril, em comemoração e louvação ao orixá guerreiro Ogum, também conhecido pelo sincretismo católico como São Jorge. Para celebrar a data, a Prefeitura Municipal de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, organizou a exposição “Ogum e suas origens culturais” que aconteceu entre os dias 23 e 29 de abril. O evento foi apresentado pela Assessoria de Integração Racial, em parceria com a Câmara Municipal de Rio Claro.

A exposição apresentou ao público, durante esses dias, roupas, tecidos, artesanato, esculturas, utensílios domésticos, fotos, penteados e rituais da cultura africana. A programação incluiu ainda palestras, oficinas de percussão, dança, cinema, rodas de capoeira e apresentação musical da Banda Odoyá que fez uma mistura de ritmos africanos e brasileiros, levando ao delírio os presentes.

Segundo informações por parte da Secretaria Municipal de Cultura, as comemorações alusivas ao Dia do Ogum foram incluídas no calendário oficial do município por meio da Lei Municipal nº 4468/2013 de autoria do vereador Geraldo Luís de Moraes, o Geraldo Voluntário. Para o Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo, que esteve presente na abertura do evento, a imagem de Ogum associada a um guerreiro com espada na mão, é uma representação que traduz a luta de negros e negras por justiça social e igualdade de direitos.

“As religiões de matriz africana representam  para o Estado e para toda sociedade espaços de sustentabilidade cultural, social e econômica que contribuem ativamente para a formação da identidade e costumes do povo brasileiro. Essa troca reproduz os valores e saberes africanos, reconstituindo no país a relação do homem com o sagrado e com as forças da natureza”, destacou Juvenal Araújo.

Texto: Clinton Paz – jornalista correspondente da Revista People Connected. DRT: 36598/RJ.

Fotos: Divulgação.

 

 

 

LEAVE A REPLY